Que indicadores deve considerar para melhorar a qualidade dos seus produtos?

24 Fev 2022

É de extrema importância ter sistemas que permitam assegurar as melhores condições para que no final da linha de produção seja oferecido o melhor produto possível.

Ao entrar na era da indústria 4.0, uma das áreas que ganhou maior tração foi a qualidade, seja de serviços ou produtos. Neste artigo o foco específico é nos aspetos relacionados com produtos e respetivos processos de produção. Para o cliente, com tanta variedade de oferta, a qualidade dos produtos passou a ser um método de diferenciação entre fornecedores e eventualmente, no caso do cliente final, das próprias marcas. 

Considerando estes aspetos, é de extrema importância ter sistemas que permitam assegurar as melhores condições para que no final da linha de produção seja oferecido o melhor produto possível. Por esse motivo, existem vários indicadores chave que a considerar durante o processo de produção, também designados como Key Performance Indicators (KPIs). Alguns destes KPIs indicam a conformidade e capacidade produtiva da própria linha e outros assentam mais no conceito de que uma manutenção adequada pode garantir uma maior eficiência produtiva. 

Assim sendo 5 dos indicadores que têm vindo a ganhar mais preponderância são o Eficácia Global do Equipamento (OEEOverall Equipment Effectiveness), Capacidade do Processo (Cp), Índice da Capacidade do Processo (Cpk), Tempo Médio até à Reparação (MTTRMean Time To Repair), Tempo Médio entre Falhas (MTBF Mean Time Between Failure), e finalmente o Número de Produtos Não Conformes que chegam ao final do processo. 

No que às variáveis de qualidade do processo diz respeito, o OEE, o Cp e o Cpk são as que melhor estimam a capacidade produtiva da empresa. 

OEE 

O OEE fornece uma imagem precisa da efetividade do processo de produção. Este considera diversas variáveis dentro do processo produtivo, como o tempo que a máquina está disponível para produzir, o desempenho do processo e a qualidade dos produtos que saem no final da linha de produção. Quanto maior for o valor percentual do OEE maior é a efetividade de produção. 

Cp e Cpk 

O estudo da capacidade que o processo tem de produzir produtos conformes num determinado período de tempo são indicados pelo Cp e Cpk. Assim, estes KPIs permitem verificar se o processo necessita ser alterado e/ou melhorado para se poder enquadrar dentro das especificações pretendidas para o produto. Uma análise destes KPIs pode indicar que existem áreas do processo que requerem algum tipo de intervenção e melhoria, como manutenção, para entregarem produtos conformes. 

No que diz respeito a variáveis que avaliam a necessidade de manutenção do processo para garantir uma melhor qualidade dos produtos entregues ao cliente, o MTTR e o MTBF são uma grande ajuda. 

MTTR e MTBF 

Tanto o MTTR como o MTBF são KPIs que indicam o estado de funcionamento dos equipamentos que se encontram numa linha de produção. Ambos fornecem informação sobre a necessidade da intervenção das equipas de manutenção, sendo que o MTTR é um indicador para medidas de manutenção corretivas do sistema, enquanto o MTBF é considerado um indicador usado para medidas mais proativas de prevenção de ocorrência de falhas. 

O último KPI, Número de Produtos Não Conformes, apresenta informação precisa quanto aos produtos com defeito que estão a chegar ao final da linha de produção. Como seria de esperar, quanto menor for este número, mais eficiente é a linha na produção de produtos conformes e/ou reparação de produtos não conformes. 

Estes KPIs são alguns dos indicadores que as fábricas do futuro têm em consideração para garantir que entregam ao mercado os melhores produtos possíveis. 

Como é possível verificar, informação é um aspeto fundamental para garantir a qualidade do processo de produção e consequentemente entregar produtos de qualidade excecional. 

Últimas Notícias

Insert math as
Block
Inline
Additional settings
Formula color
Text color
#333333
Type math using LaTeX
Preview
\({}\)
Nothing to preview
Insert